Covid-19: Sinttromar cobra fornecimento urgente de EPIs

Em ofícios endereçados às empresas TCCC (transporte urbano) e Cidade Verde (metropolitano), o Sindicato dos Motoristas Rodoviários de Maringá (Sinttromar) reforça o pedido de equipamentos de proteção individual (EPIs) aos trabalhadores do transporte coletivo. A cobrança leva em conta o novo pico da covid-19 na cidade.

No documento assinado pelo presidente Ronaldo José da Silva, o Sinttromar lembra que a cidade voltou ao nível de alerta laranja, que representa alto risco de contágio pelo novo coronavírus, que causa a doença respiratória covid-19. Até esta sexta-feira, a doença já causou a morte de 6.023 pessoas no Paraná.

O Sinttromar requer, de forma imediata e sistemática, o fornecimento de quatro máscaras e duas luvas para cada trabalhador do transporte coletivo, além de álcool em gel e sabonete líquido nas dependências do Terminal Intermodal e nas garagens. Os ofícios foram entregues às empresas na tarde de quinta (26).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 14 =