Confira o comunicado à população acerca da greve

Nota do Sinttromar à população acerca da greve no transporte público urbano e interurbano.

Após várias tentativas frustradas de negociação com as empresas e o poder público, os
trabalhadores das empresas Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC) e Cidade Verde (CV)
ratificaram, no dia 24 de julho, o indicativo de greve.
Reiteramos que, tanto da parte do sindicato quanto dos rodoviários, a greve se deu como última
saída à categoria para alcançar os seus direitos mínimos, especialmente após dois duros anos
enfrentando a pandemia e todas as suas consequências, tanto econômicos quanto humanas. É
imperioso lembrar que, no período em questão, os rodoviários se dedicaram ao trabalho e
cumpriram imprescindível papel no funcionamento da sociedade, se expondo ao vírus, pagando
muitos com a própria vida e arcando com grande parte da crise pandêmica. Assim, passada a
pandemia, é incabível que essa mesma categoria siga sem o devido reconhecimento pelo seu
trabalho.
Rechaçamos a declaração do representante das empresas, Victor Marcondes, de que a greve seria
um “sequestro do serviço público”. Primeiro, porque a greve é um direito democrático de todos os
trabalhadores, reconhecido na Constituição, e não um ato criminoso, como Marcondes e o
monopólio de imprensa tentam vender à população; segundo, porque se há algum “sequestro do
serviço público”, ele se dá pelos grandes monopólios privados, que fazem do direito ao transporte
público sua fonte de riqueza, lucrando com a precarização do serviço, o aumento da tarifa, a
exploração dos trabalhadores e com vultuosos financiamentos públicos pagos com o dinheiro da
população.
Com a aprovação da greve no dia 24, a categoria poderia iniciá-la já na próxima sexta-feira (28).
Contudo, em respeito à população, visando precavê-la e dando mais uma demonstração de boa-fé
por parte dos trabalhadores, o sindicato e a categoria optaram por dar início à greve na meia-noite
(00 hora) do dia 31 (segunda-feira), caso as empresas e o poder público não apresentem uma
proposta que atenda às reivindicações.
O reajuste salarial de 7% e o valor de R$ 600 no vale-alimentação demandados pela categoria são
não apenas plenamente realizáveis pelas empresas — visto todo o valor arrecadado com o aumento
da circulação, o aumento da tarifa e o subsídio que recebem do poder público —, como
correspondem ao mínimo que a categoria necessita para sustentar suas famílias com dignidade.
O aumento do custo de vida afeta a todos os trabalhadores e quem faz compras diariamente sente o
peso da inflação no próprio bolso e no carrinho de mercado, que fica cada vez mais vazio, enquanto
o dinheiro que era destinado ao lazer e demais necessidades encolhe.
Por isso, mesmo sabendo dos impactos de uma greve, contamos com a compreensão e o apoio da
população. A reivindicação dos rodoviários é parte da luta pela melhoria em todo o transporte
público urbano e interurbano e, juntos, podemos fazer essa greve ser vitoriosa o mais rápido
possível e logo retomar com a normalidade das nossas vidas, o que é o desejo de toda a categoria e
do sindicato.
Cumprindo com o que diz a lei de greve, já comunicamos às empresas acerca paralisação e
informamos também à população sobre como ela ocorrerá.
Não aceitaremos propostas abaixo do necessário pela categoria. Se não tiver reajuste, terá greve!
Rodoviários na luta!

Diretoria do Sinttromar
26 de julho de 2023

 

Nota à população

One thought on “Confira o comunicado à população acerca da greve

  • 27 de julho de 2023 em 16:16
    Permalink

    Acho válida a reivindicação mas ao mesmo tempo vejo que o sindicato de vocês só se preocupam em exercer o direito de greve quando se trata do transporte público. Vocês defendem várias categorias e é impossível não haver divergências em outras negociações, digo isso com propriedade pois já trabalhei em sindicato e em escritório contábil. Aí a população que não tem outras formas de ir para o trabalho que “se lasque”. Poderiam fazer uma paralização parcial, fornecendo uma frota de 50%, sendo que os trabalhadores poderiam revezar a escala e em contrapartida o sindicato continuaria na luta pelos direitos exigidos.

    “A reivindicação dos rodoviários é parte da luta pela melhoria em todo o transporte público urbano e interurbano” (não, a reivindicação é visando o reconhecimento profissional através de um salário mais digno, a melhoria do transporte não acontecerá se vocês atingirem os 7% + 600,00 de vale alimentação). Querem uma melhora no transporte público? Solicitem a Prefeitura para pressionar a TCCC em aumentar as linhas e diminuir a quantidade de tempo entre uma viagem e outra, já estará de bom grado. Quem utiliza o transporte público não tem do que reclamar dos ônibus e sim dos horários que são muito espaçados.

    Desejo sucesso nas negociações.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezessete − um =