Sinttromar protesta na Raposo Tavares por mais segurança para motoristas da TCCC

Dirigentes do Sindicato dos Motoristas Rodoviários de Maringá (Sinttromar) realizaram manifestação por mais segurança dos trabalhadores do transporte coletivo das empresas TCCC (urbano) e Cidade Verde (metropolitano). O ato na Praça Raposo Tavares, no início da manhã de quinta (30), contou com o apoio de motoristas.

 

Uma faixa com os dizeres “A vida vem primeiro que o dinheiro” foi estendida na frente dos caixas do setor de recarga. Lideranças sindicais orientaram os funcionários a fecharem os caixas, pedido que foi de pronto acatado pelos trabalhadores, que compreenderam a importância da manifestação.

 

O Sinttromar cobra que as empresas destinem um local seguro para a conferência do caixa dos ônibus na troca de turno. Antes, isso ocorria em um contêiner, em local reservado, mas a conferência foi transferida para o setor de recarga, diante dos olhares do público. Situação que expõe os motoristas a risco de assaltos, em especial porque a praça costuma ser frequentada por usuários de drogas.

 

Durante o protesto, não tardou muito para que policiais militares comparecessem ao local, mesmo cientes de que a liberdade sindical é um direito previsto na Constituição. Novamente, as empresas deram um jeito de se valer do Estado para tentar oprimir os trabalhadores, um fato a ser profundamente lamentado.

 

Segundo o dirigente Emerson Viana da Silva, esse tipo de postura não vai intimidar o Sinttromar, que aguarda um posicionamento dos representantes da TCCC e Cidade Verde sobre as providências a serem tomadas. “Caso algo novo não aconteça, novas manifestações poderão ocorrer”, comentou Viana.

Protesto na praça foi “prestigiado” por policiais militares – Foto: Divulgação/Sinttromar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 12 =