Nota de repúdio ao comunicador Beija-Flor

Além dos três poderes, a democracia é constituída por importantes pilares, entre os quais estão o jornalismo livre e a liberdade sindical. Ambos desempenham importantes papeis na sociedade, garantindo voz à população; ambos têm suas atividades resguardados pela Constituição Federal; ambos merecem respeito.

Nesta quinta-feira (10), o apresentador Beija-Flor, da TV Maringá, faltou com respeito à assembleia que, na véspera, havia deliberado pelo indicativo de greve dos funcionários das empresas TCCC (transporte urbano) e Cidade Verde (metropolitano). Em votação, a categoria aprovou uma paralisação no caso de insucesso nas negociações envolvendo a data-base. Cabe ao Sindicato dos Motoristas Rodoviários de Maringá (Sinttromar), portanto, executar a decisão da categoria.

Em seu programa, ao vivo, Beija-Flor criticou a decisão da assembleia, dizendo que o trabalhador teria sido induzido pelo sindicato a votar pela paralisação, como se os motoristas e demais funcionários do transporte coletivo não fossem homens e mulheres adultos e mentalmente aptos a tomar decisões. Sem mencionar o contexto que resultou no indicativo de greve, o apresentador, em tom alarmista, sugeriu que adesões à greve poderiam resultar em demissões.

Beija-Flor reportou à população um fato (o indicativo de greve) – e nisso, cumpriu seu papel de1 jornalista –, mas se esqueceu de um princípio elementar da profissão, estudado já no primeiro ano do curso de Jornalismo: ouvir o outro lado. Movido não se sabe por quais interesses, Beija-Flor deixou de apresentar ao seu público a opinião do Sinttromar, que é uma entidade representativa de classe, com diretoria eleita pelos trabalhadores.

Fato é que o Sinttromar publicou em seu site notícia sobre o indicativo de greve e disparou release à imprensa – via e-mail e nos grupos de jornalistas da cidade – sobre o assunto, o que incluiu um vídeo curto do presidente da entidade, Ronaldo José da Silva. Vários outros veículos de comunicação deram espaço ao conteúdo do sindicato.

Pelas razões expostas, o Sinttromar repudia a postura do apresentador Beija-Flor e, publicamente, solicita à TV Maringá (Band) publicação de vídeo, no mesmo programa, com a versão da entidade sobre o assunto. Informações sobre decisão da assembleia pelo indicativo de greve, a quem quiser saber, estão no site do sindicato (veja aqui).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 3 =