TCCC tenta enrolar a categoria.

Na última quarta-feira (13), a direção do sindicato esteve reunida com os representantes da TCCC e Cidade Verde. Na ocasião, a direção tentou, mais uma vez, avançar nas negociações dos direitos da categoria, porém imperou a má vontade das empresas.
Mesmo tendo recebido o reajuste de 16,3% no valor da tarifa, a TCCC alegou que o valor não corresponde às perdas do período pandêmico. Assim, fomos informados de que estarão buscando um outro valor junto do poder público e, até lá, não podem nos indicar qualquer recomposição para os trabalhadores.
De nossa parte, deixamos claro que toda a responsabilidade pela negociação está agora nas mãos da empresa, inclusive se teremos um desenvolvimento harmonioso ou conflituoso entre as partes. Ainda, afirmamos que seguiremos com o rito do processo e, já para a próxima 3ª e 4ª feira (19 e 20), estaremos convocando TODA A CATEGORIA à assembleia geral, onde ratificaremos o que já deliberamos anteriormente acerca do ESTADO DE GREVE.
Informamos desde já à população que, caso a empresa não encaminhe uma proposta à categoria, muito possivelmente teremos um movimento paredista no transporte coletivo. Não é aceitável que a empresa receba um reajuste superior à inflação dos dois anos e os motoristas sejam obrigados a continuar trabalhando sem seus mínimos direitos assegurados. A nossa parte já fizemos, agora é com eles.
Em relação aos motoristas da Cidade Verde, a empresa comprometeu-se a fazer uma proposta de renovação do acordo coletivo. Assim que recebermos tal proposta, encaminharemos ela à categoria.
MOTORISTAS, TODOS À ASSEMBLEIA NOS DIAS 19 E 20!
RODOVIÁRIOS NA LUTA!

2 thoughts on “TCCC tenta enrolar a categoria.

  • 15 de outubro de 2021 em 14:37
    Permalink

    Tive a honra de participar na reunião na última quarta feira, dia 13, a convite do Emerson e vi mais uma vez o discaso da diretoria da empresa Tccc, onde ela dizendo que o reajuste da passagem que a empresa teve não chega aos motoristas, também presenciei a diretoria da empresa dizendo que está preocupada com o valor do diesel, isso mostra que nos motoristas que estamos nas ruas enfrentando essa pandemia de peito aberto, somos menos importantes do que o diesel, pneus e outros insumos para a empresa, vamos acordar meus amigos, tratam nós profissionais como um nada …

    Resposta
    • 20 de outubro de 2021 em 20:36
      Permalink

      Verdade, companheiro. Mas não podemos nos abalar com isso… Devemos nos apoiar em nossos companheiros e mostrar pra eles o que já sabemos, que valemos muito mais e vamos lutar por nossos direitos.

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × 2 =