Nota de esclarecimento do Sinttromar

Sobre o episódio envolvendo equipe da TV Maringá (Band)

Na manhã desta quinta-feira (17), no Terminal Intermodal, repórter da TV Maringá (Band) estava entrevistando o chefe de tráfego da TCCC, Luiz Carlos Alves Pinto, quando o cinegrafista que a acompanhava chamou os motoristas de vagabundo, por conta do exercício legítimo e constitucional do direito de greve. Esse fato resultou em exaltação dos ânimos dos trabalhadores grevistas que se encontravam no recinto.

O xingamento, que causa surpresa por ter partido de um profissional da imprensa, gerou um bate-boca entre a equipe de TV e alguns motoristas e uma pessoa que não é dirigente do sindicato. Apesar de o fato ter levado a repórter a registrar boletim de ocorrência, o Sindicato dos Motoristas Rodoviários de Maringá (Sinttromar) informa que, em nenhum momento, houve agressão física.

Mesmo ciente da agressão verbal proferida pelo cinegrafista, o Sinttromar entende que dois erros não fazem um acerto. O sindicato, que sofreu perseguição em tempos de ditadura, tem em seu histórico de lutas a defesa da liberdade de imprensa, que precisa ser respeitada. Por isso, a entidade entende que os excessos percebidos nesta quinta não devem se repetir.

Contudo, o Sinttromar também entende que a liberdade de imprensa vem acompanhada de responsabilidades. O jornalista tem, por ética, o dever de cobrir os fatos com isenção, moderação e sempre ouvindo os “dois lados” – no caso da greve: os patrões (TCCC e Cidade Verde) e os trabalhadores (representados legalmente pela entidade sindical).

Parte dos ânimos exaltados daquele lamentável episódio no Terminal Intermodal são, na verdade, reflexo dos constantes ataques do apresentador Beija-Flor, em seu programa televisivo diário, ao movimento paredista e à entidade sindical. Reiteradamente, o apresentador tem abordado a greve sem dar voz aos trabalhadores, com uma parcialidade de grandeza raras vezes vista na imprensa local.

Dias atrás, esse comportamento avesso ao jornalismo sério levou o Sinttromar a publicar nota de repúdio a Beija-Flor, que faltou com respeito ao comentar sobre o indicativo de greve, aprovado em assembleia da categoria, no último dia 9. Na nota, o Sinttromar requereu direito de resposta para apresentar o seu posicionamento sobre a greve, mas teve o pedido ignorado pelo apresentador. Por conta disso, medidas jurídicas estão sendo estudadas pela entidade sindical para que esse direito seja assegurado pela TV Maringá no programa do referido apresentador.

Sem mais, o Sinttromar agradece todos os profissionais sérios da imprensa pela cobertura da greve.

DO SINTTROMAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + vinte =